história do Bluetooth

A palavra "bluetooth" vem do rei dinamarquês "Harald Blåtann" ("Harald Bluetooth"), que juntou a Dinamarca e a Noruega. Em 1994, a Ericsson estava pesquisando uma forma barata de comunicação sem fio entre celulares. Até que em 1998, seis grandes empresas (Sony, Nokia, Intel, Toshiba, IBM e Ericsson) fizeram um consórcio para aprofundar o desenvolvimento dessa tecnologia, formando o Bluetooth Special Interest Group.

A tecnologia Bluetooth é usada para a comunicação sem fios, mas tem um alcance limitado a cerca de 10 metros. No entanto, é possível aumentar o seu alcance até 100 metros por meio de um emissor mais poderoso. Bluetooth é usado principalmente para conectar dispositivos sem fio (mouse e teclado de um PC, impressora e assim por diante), mas há muitas alternativas.

Exemplo de dispositivo bluetooth

Vantagens da tecnologia Bluetooth:

  • Baratos
  • Sem fio
  • Energia eficiente
  • Pode ser usado em qualquer lugar
  • Você não tem que apontar o dispositivo para o receptor
  • Muito fácil de usar

Desvantagens da tecnologia Bluetooth:

  • De curto alcance
  • A primeira configuração pode ser complicada
  • Largura de banda limitada

Mais informações

O Bluetooth opera na faixa de 2.400-2.483,5 MHz. Os dados transmitidos são divididos em pacotes e cada pacote é transmitido para um dos 79 canais Bluetooth designados. Cada canal tem uma largura de banda de 1 MHz. O primeiro canal começa em 2402 MHz e continua até 2480 MHz em passos de 1 MHz, geralmente executa 1600 hops por segundo.

Bluetooth é um protocolo baseado em pacotes com uma estrutura mestre-escravo. Um mestre pode se comunicar com até sete escravos em uma piconet; todos os dispositivos compartilham o clock do mestre. A troca de pacotes é baseada no clock definido pelo mestre, em intervalos de 312,5 us.

Bluetooth fornece uma maneira segura de conectar e trocar informações entre dispositivos como faxes, telefones celulares, telefones, laptops, computadores pessoais, impressoras, Sistema de Posicionamento Global (GPS), câmeras digitais e consoles de videogame. Foi principalmente concebidos como uma tecnologia de baixa largura de banda.

A transmissão de dados é feita por meio de radiofrequência, permitindo que um dispositivo detecte o outro independente de suas posições, sendo necessário apenas que ambos estejam dentro do limite de proximidade (a princípio, quanto mais perto um do outro, melhor).

Para que seja possível atender aos mais variados tipos de dispositivos, o alcance máximo do Bluetooth foi dividido em três classes:

  • Classe 1: potência máxima de 100 mW (miliwatt), alcance de até 100 metros;
  • Classe 2: potência máxima de 2,5 mW, alcance de até 10 metros;
  • Classe 3: potência máxima de 1 mW, alcance de até 1 metro.

Este índice sugere que um aparelho com Bluetooth classe 3 somente conseguirá se comunicar com outro se a distância entre ambos for inferior a 1 metro, por exemplo. Esta distância pode até parecer inutilizável, mas é suficiente para conectar um fone de ouvido a um telefone celular guardado no bolso de uma pessoa. É importante frisar, no entanto, que dispositivos de classes diferentes podem se comunicar sem qualquer problema, bastando respeitar o limite daquele que possui um alcance menor.

Mais artigos sobre Comunicação